Quantcast

Desigualdades da Rotina Doméstica no Mundo

Posted in Independência Doméstica

Se você sofre com o acúmulo de funções, "rebolando" para conseguir administrar a casa, educar seus filhos, crescer profissionalmente e nutrir seus relacionamentos, acredite: você não está sozinha! E neste artigos vamos falar um pouco sobre esta desigualdade entre as "jornadas" feminina e masculina.

Por muito tempo acreditei que no Brasil e demais países latino-americanos, éramos mais machistas e por isso, as mulheres acumulavam mais funções. Achava que esta coisa da gente trabalhar tão duro quanto nossos maridos e ainda chegar em casa tendo que pensar no que fazer pro jantar ou mesmo sermos cobradas na escola como as mais responsáveis pelos nossos filhos fosse um "privilégio" dos países, ditos, menos desenvolvidos.

Trabalho e Vida Doméstica no Mundo

Eis que durante uma pesquisa sobre o tema, me deparei com um estudo da OECD (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) sobre o equilíbrio entre trabalho e vida doméstica em diversos países, sobretudo da Europa, América do Norte e Ásia. 

Além de avaliar indicadores como o número de horas dedicadas ao lazer e cuidados pessoais e percentagem de profissionais que passam muitas horas no trabalho, a pesquisa também se dedicou a medir quantas horas, em média, homens e mulheres de cada um dos países estudados, dedicavam aos trabalhos domésticos.

Dos 25 países estudados, nenhum deles apresentou uma taxa realmente igualitária de distribuição de tarefas domésticas entre os gêneros. Ou seja, em todos os países estudados, as mulheres eram as que mais tempo dedicavam às tarefas da casa e família. A Noruega foi a que apresentou o melhor desempenho, seguida pela Dinamarca e Suécia. Nestes países a razão entre horas trabalhadas pelas mulheres sobre horas trabalhadas por homens foi de 1,2 e 1,3, respectivamente. Já os países com pior desempenho forão Japão e Coreia, tendo suas mulheres dedicando 5 e 4,8 vezes, respectivamente, mais tempo que seus homens às tarefas da casa.

DESIGUALDADE 2

O Brasil participou da pesquisa, mas não teve divulgado os dados de dedicação às tarefas domésticas. Entretanto, Portugal, forte influência cultural em nosso país, teve um desempenho sofrível, tendo suas mulheres trabalhando cerca de 3,4 vezes mais horas que seus homens em tarefas domésticas.

Para completar a minha pesquisa, cheguei a um outro estudo, desta vez nacional, publicado na forma de livro pelo Instituto Patrícia Galvão. Nele os dados apresentados para o Brasil não são muito melhores, mas me surpreenderam por não estarem tão pior que a média da OECD, ou seja, dos países mais ricos. Apesar da pesquisa ter indicado que 71% das mulheres pesquisadas não têm nenhum tipo de ajuda masculina para realizar as tarefas da casa, gastamos, em média, 2,5 vezes mais tempo que os homens nas atividades domésticas. 

Tarefas Domésticas em cada país

Outro dado interessante destas pesquisas foi o número de horas dedicadas às tarefas domésticas em cada país. A média dos 25 países pesquisados pela OECD foi de 6,9 horas diárias. Já na pesquisa do Instituto Patrícia Galvão, no Brasil, gastamos em média 5 horas por dia (média OECD + Brasil = 6,8h). Muito provavelmente, a diferença para menos deve-se ao fato do Brasil ser o país que mais emprega domésticas no mundo, conforme discutimos no artigo sobre independência doméstica.

Estes dados parecem indicar que, no Brasil, as domésticas cobrem um papel que em outros países é desempenhado pelos homens. 

Em situação pior estão as turcas e mexicanas, que dispendem por volta de 370 minutos diários em atividades da casa, enquanto seus maridos investem apenas um terço disso.

Veja abaixo os dados completos das pesquisas:

País Homens (min) Mulheres (min) Horas Totais Razão
Korea 45 227 4,5 5,0
Brasil 86 214 5,0 2,5
Japão 62 299 6,0 4,8
Suécia 154 207 6,0 1,3
França 143 233 6,3 1,6
Finlandia 159 232 6,5 1,5
Hungria 127 268 6,6 2,1
Bélgica 151 245 6,6 1,6
Noruega 184 215 6,7 1,2
Inglaterra 141 258 6,7 1,8
Itália 110 290 6,7 2,6
Austria 135 269 6,7 2,0
Nova Zelandia 141 264 6,8 1,9
Estados Unidos 161 248 6,8 1,5
Espanha 154 258 6,9 1,7
Portugal 96 328 7,1 3,4
Irlanda 129 296 7,1 2,3
Dinamarca 186 243 7,2 1,3
Alemanha 164 269 7,2 1,6
Holanda 163 273 7,3 1,7
Eslovenia 166 286 7,5 1,7
Polônia 157 296 7,6 1,9
Estonia 169 288 7,6 1,7
Austrália 172 311 8,1 1,8
México 113 373 8,1 3,3
Turquia 116 377 8,2 3,3

E aí na sua casa? Como anda a divisão de tarefas? Gostaria que seu marido lhe ajudasse mais?

Foi pensando nestas desigualdades que preparamos o livro digital "Como Fazer Seu Marido lhe Ajudar nas Tarefas da Casa". Nele eu conto como consegui fazer meu marido compartilhar comigo as obrigações da casa.

Este livro é um dos bônus oferecidos aos nossos alunos do curso de Organização Doméstica, mas se você tiver interesse em adquiri-lo diretamente, clique aqui.

Eu, pessoalmente, acredito que seja um dever de todos, homens e mulheres, trabalharem para diminuir esta desigualdade. Aceitar a jornada múltipla sem reclamar, julgar outras mulheres por seus erros ou mesmo "proteger" filhos homens de tarefas domésticas são apenas algumas das atitudes que nós, mulheres, fazemos muitas vezes sem perceber, mas que reforçam esta divisão desigual.

Está mais do que na hora de virarmos este jogo e batalharmos por mais tempo para nós mesmas!