Quantcast

Faça exercício enquanto trabalha

Publicado em DO Produtos

icone produtosA DO de hoje é para aqueles que sofrem por não terem tempo para se exercitar. Que tal "malhar" enquanto você trabalha? Para conseguir esta façanha, invista numa mini bike ou mini ergométrica. Como ela é compacta e pode facilmente ser "escondida" embaixo da mesa, é uma opção ideal para se exercitar enquanto trabalha, diminuindo o sedentarismo e aliviando parte do estresse.

Há modelos simples a partir de cento e poucos reais até modelos com visor de LCD que indicam tempo, distancia, contagem das voltas do pedal e calorias perdidas.

mini bike     mini bike 2

Para receber mais conteúdo como este, clique aqui.

Add a comment

7 Dicas para Ampliar um Espaço Pequeno

Publicado em DO Casa

icone casaSe você vive em um imóvel pequeno, já deve ter buscado dicas de decoração para ampliar visualmente seus espaços. Algumas dessas dicas são bem manjadas, como preferir pintar as paredes e revestir os pisos com cores claras, usar espelhos, ou ainda, preferir usar lustres pendentes ao invés de abajur para alongar o pé direito dos cômodos.

Hoje veremos 7 dicas que encontrei no portal buzzfeed.com, que são relativamente fáceis de aplicar:

1. Abuse das listras:

Para acertar no uso das listras, defina qual efeito você quer: alongar o pé direito ou a largura do cômodo? Se quiser tornar o pé direito mais alto (e com isso guiar os olhos de quem chega ao cômodo de baixo para cima, passando uma sensação de amplitude), aplique um papel de parede com listras verticais. Caso pretenda alongar o cômodo, invista num tapete como o da foto abaixo, que guia nossos olhos, passando a impressão de que o cômodo é maior.

listras

2. Prefira um móvel grande ao invés de dois ou três pequenos:

Na hora de mobiliar uma sala ou quarto de TV, prefira comprar um sofá únido, do tipo modular, que caiba perfeitamente nas dimensões do cômodo, ao invés de comprar um jogo de sofá pequeno, mais poltrona ou cadeiras. O uso de um único móvel diminui a confusão visual e passa uma sensação de amplitude.

moveis largos

3. Escolha móveis com pés:

Ainda na escolha do mobiliário, prefira sofás, poltronas e camas com pés visíveis. Mostrar as pernas/pés dos móveis também passa uma sensação de continuidade no espaço, que o amplia visualmente.

moveis pe

4. Instale uma prateleira próxima ao teto:

Além das listras verticais na parede que levam nossos olhos de baixo para cima, instalar uma prateleira próxima ao teto nos chama a atenção e nos faz olhar para cima, o que também nos dá a impressão de amplitude.

prateleiras suspensas

5. Aplique um papel de parede no teto:

Conforme falamos na dica 4, aquilo que nos faz olhar para cima, faz um cômodo parecer maior. Por isso, uma outra opção é aplicar um papel de parede no teto. Cuide apenas para escolher um papel de cor clara, para que o efeito não acabe sendo o oposto.

papel teto

6. Escolha móveis de vidro ou acrílico:

Os móveis transparentes estão em alta e são excelentes para pequenos espaços pois não ocupam muito "espaço visual", ou seja, não pesam no ambiente, deixando-o mais amplo.

espelho transparencia

7. Use diferentes tonalidades da mesma cor:

Utilizar diferentes tons da mesma cor na decoração de um ambiente é uma forma divertida e eficiente de ampliar o espaço. Isso porque o degradê de cores cria uma coerência visual que faz com que o espaço pareça mais aberto, amplo. Para isso, use tinta, papel de parede, estofamento ou capas para estofados, mantas e edredons, almofadas e tapetes de tons diferentes. Só não abuse das cores para não pesar a decoração e torná-la cansativa.

tonalidade cor

Para receber mais conteúdo como este, clique aqui.

Fonte e Imagens: http://www.buzzfeed.com/

 

Add a comment

Desidratador de Alimentos

Publicado em DO Alimentação

icone alimentacaoFaz muito tempo que eu esperava por este produto e finalmente alguém resolveu lançá-lo: um desidratador de alimentos doméstico. Eu adoro frutas desidratadas. Elas são bem docinhas e substituem perfeitamente chocolates, biscoitos e afins. São perfeitas para mandar de lanche na escola e segurar firme a dieta. Fora que o processo de desidratação concentra alguns dos nutrientes e ajuda a conservar o alimentos por mais tempo. Tudo lindo, porém, até bem pouco tempo atrás, a gente só encontrava desidratadores profissionais, enormes e super caros. Mas agora a Fun Kitchen resolveu dar uma forcinha e lançar o modelo caseiro. Tá certo que as avaliações do site são um pouco negativas, dizendo que o produto é um tanto fraquinho e são necessárias muitas horas para que uma frutinha desidrate. Mas já é alguma coisa e, acredito eu, que valha a pena se você consome frutas secas com frequência (até porque comprar as frutas já desidratadas é bem caro). Se comprar e testar me avisa se gostou?

desidratador

Add a comment

Repelente Caseiro

Publicado em DO Rotina Doméstica

icone rotinasCom a dengue avançando em diversas cidades do país, cresce a nossa atenção sobre formas de nos protegermos do Adeges Egypti. Além dos protetores de tomada e outros tipos de protetores de ambiente, muita gente recorre aos repelentes em spray para passar na pele, especialmente antes de um passeio ou ida à praia. A questão é que, além de caros, os repelentes tradicionais são feitos com alguns produtos químicos que nos deixam um pouco inseguros na hora de "besuntar" os filhos. Por isso, a DO de hoje vai ensinar você a fazer um repelente caseiro, barato e bem fácil. Vamos aos ingredientes:

- 1/2 xícara de água filtrada (pode ser substituído por extrato alcoólico de hamamélis, ex. Maravilha Curativa do Dr. Humpfreys)

- 1/2 xícara de vinagre de maçã

- 30 a 50 gotas de óleo essencial. Escolha qualquer combinação de citronela, cravo da índia, capim-cidreira, alecrim, melaleuca, eucalipto, cedro, erva gateira, lavanda ou hortelã.

Coloque todos os ingredientes em um tubo do tipo spray, mexa e pronto! Pode besuntar à vontade!

 

Add a comment

Consumo Responsável de Pescados

Publicado em DO Alimentação

icone alimentacaoChegamos aos 7bi habitantes neste planeta e, com isso, as discussões sobre sustentabilidade versus como alimentar toda esta gente fervem por todos os lados. Neste sentido, o consumo de pescados é bastante importante, pois é sabido que muitas espécies já foram banidas de nossos mares ou estão próximas da extinção. A questão é que com tantos nomes, tipos e ainda a confusão natural sobre o que é peixe de mar ou de rio, fica difícil escolher qual pescado consumir sem prejudicar o meio-ambiente.

Para nos ajudar, o Centro Universitário Monte Serrat (UNIMONTE)/Grupo ANIMA Educação, em parceria com o Projeto Pescador Amigo e patrocínio da Petrobras, preparou o Guia de Consumo Responsável de Pescados. Este guia traz uma lista dos peixes mais comumente consumidos, classificados em verde, laranja e vermelho, representando a indicação de consumo (verde) ou evitar consumir (vermelho).

Vale a pena xeretar os peixes que você mais consome, lembrando que a lista vale somente para peixes de mar.

 

Add a comment